Publicidade

Correio Braziliense

Michelle Bolsonaro diz que vai focar 'todos os projetos sociais possíveis'

Futura primeira-dama afirmou que quer atuar principalmente em atividades ligadas às pessoas com deficiência


postado em 21/11/2018 11:43 / atualizado em 21/11/2018 12:09

Michelle Bolsonaro após deixar o Centro Cultural do Banco do Brasil(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Michelle Bolsonaro após deixar o Centro Cultural do Banco do Brasil (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)


A primeira-dama Michelle Bolsonaro disse que vai focar em “todos os projetos sociais possíveis” a partir do dia primeiro de janeiro de 2019. De acordo com ela, a atuação dela vai ajudar, em especial, a “comunidade surda, as pessoas com deficiência e os portadores de síndromes”. As declarações foram dadas na manhã desta quarta-feira (21/11) no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde ocorrem as negociações do governo de transição. 

A atual primeira-dama, Marcela Temer, convidou Michelle para uma reunião às 11h, que ocorre no Palácio da Alvorada. “Convidou para conhecer o Palácio e ter um bate-papo, coisa de 20 minutos”, comentou Michelle. 

Perguntada sobre qual seria sua participação no governo, a primeira-dama disse que vai focar em projetos sociais. "Todos os projetos sociais possíveis, até porque era algo que eu já fazia antes de me casar com Jair". Disse também que o foco será na “comunidade surda, pessoas com deficiência e portadoras de síndromes”.

Marcela colocou o Palácio a disposição da nova primeira-dama e do presidente eleito Jair Bolsonaro. Michelle Bolsonaro também conhecerá as instalações da Granja do Torto, outra residência oficial da Presidência da República. Segundo Michelle, a moradia ainda não está definida. Ela ressaltou que quer o menor local possível para que a filha de sete anos ficasse mais à vontade e confortável. 

A primeira-dama disse também que vai começar a procurar escolas para a filha. Michelle chegou na manhã desta quarta-feira (21/11) em Brasília e ficará até a próxima sexta (23/11). Ela voltará na próxima semana para dar continuidade às definições. 

Nascida em Ceilândia, região administrativa de Brasília, Michelle é evangélica praticante. Ela e o então deputado Bolsonaro se conheceram no Congresso Nacional, onde ela trabalhava como assessora parlamentar. Os dois se casaram há 11 anos e têm uma filha de oito, chamada Laura. Michelle tem ainda uma outra filha fruto de um relacionamento anterior, assim como Bolsonaro tem quatro filhos de outros dois relacionamentos.
 
Com informações da Agência Estado 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade