Publicidade

Correio Braziliense

Haddad: PT pretende entrar com ação judicial contra o WhatsApp nos EUA

A ideia foi anunciada após reunião das bancadas do partido no Congresso Nacional, nesta quarta-feira (21/11)


postado em 21/11/2018 18:10

(foto: AFP)
(foto: AFP)
 
O PT pretende entrar com uma ação judicial contra o WhatsApp nos Estados Unidos, disse o candidato do partido à Presidência da República nas eleições deste ano, Fernando Haddad. A ideia foi anunciada após reunião das bancadas do partido no Congresso Nacional, nesta quarta-feira (21/11). 

"Está sendo considerada a possibilidade de uma ação judicial em solo americano, para que o WhatsApp preste esclarecimento que se negou a fazer à Justiça brasileira, o que, na minha opinião, é muito grave", disse Haddad. A ideia é que a empresa abra os dados que ajudem a explicar a onda de fake news disseminada durante as eleições deste ano. 

O interesse não é em microdados ou na privacidade das pessoas, esclareceu o ex-prefeito de São Paulo. "Estamos interessados em macrodados, em quem contratou, as mensagens que foram disseminadas, para ludibriar quem", disse. Ele defende que o debate interno sobre o assunto seja aprofundado, para que a situação não se repita. "Nós não estávamos preparados para esse tsunami cibernético que nos afetou com uso aparente de dinheiro irregular, inclusive", afirmou.

O intuito da ação contra o WhatsApp, segundo Haddad, é que "isso não se repita nem aqui nem em outro lugar do mundo". Para ele, os democratas têm que se unir para dar um "freio no mau uso disseminado das redes sociais". 

Para bater o martelo sobre a ação em solo norte-americano, é preciso estudar a legislação do país. "Falta o advogado dizer que a gente tem legitimidade de parte nos EUA. É preciso saber se precisamos nos associar a alguém lá ou se o próprio PT pode ingressar com a ação", explicou o ex-ministro da Educação. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade