Publicidade

Correio Braziliense

Braço direito de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni se casa em Brasília

A cerimônia, reservada a amigos mais íntimos e familiares, deve contar com a presença do presidente eleito


postado em 22/11/2018 19:32 / atualizado em 23/11/2018 00:45

Ver galeria . 8 Fotos Minervino Júnior/CB/D.A Press
(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press )
 
 
Braço direito de Jair Bolsonaro, o ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, se casa na noite desta quinta-feira (22/11) com Denise Verbeling, no Clube do Congresso, em Brasília. A cerimônia, reservada a amigos mais íntimos e familiares, deve contar com a presença do presidente eleito, e começou por volta das 19h30.

Ao chegar no local da cerimônia, por volta das 19h15, Onyx afirmou que “é uma cerimônia simples, fundamentalmente a família e poucos amigos”. Segundo ele, é a “consolidação de um namoro muito bonito e agora começa uma vida a dois”.

Quanto à lua de mel, precisará ficar para depois da transição. “De uma certa forma, a gente já fez a lua de mel na semana passada, lá em Cambará do Sul, no Rio Grande do Sul”, ponderou o deputado. O trabalho continua normal nos próximos dias. “Segunda, bato ponto.”
 
 
Denise será a terceira esposa de Onyx, que tem quatro filhos com as duas anteriores. Desde novembro de 2016, ela trabalha como auxiliar parlamentar no Senado, cargo comissionado no gabinete do senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), correligionário de Onyx. Recebeu R$ 8,6 mil brutos em outubro. Onyx defende, inclusive, o nome de Alcolumbre para a presidência do Senado no ano que vem. 

Formada em Educação Física pela Faculdade Albert Einstein desde 2010, Denise foi personal trainer do deputado federal. Ele já estava separado da última esposa quando a conheceu. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade