Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro escolhe filósofo colombiano para ministro da Educação

Ricardo Velez Rodriguez, autor de mais de 30 obras, atualmente é professor emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército


postado em 22/11/2018 21:23 / atualizado em 22/11/2018 21:44

(foto: Reprodução/YouTube)
(foto: Reprodução/YouTube)

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou às 21h09 desta quinta-feira (22/11) o ministro da Educação da gestão dele. Será o filósofo colombiano Ricardo Velez Rodriguez, autor de mais de 30 obras, atualmente professor emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Bolsonaro informou a escolha pelo Twitter.



Professor de filosofia, mestre em pensamento brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica RJ e doutor em pensamento luso-brasileiro pela Universidade Gama Filho, Velez Rodriguez tem pós-doutorado pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, em Paris.

O nome foi sugerido pelo jornalista e escritor Olavo de Carvalho. Em vídeo publicado no YouTube, ele disse que foi sondado, mas que recusou o convite. “Eu seria um péssimo administrador, embora eu saiba planejar. Conheço meus limites. Conheço gente muito mais qualificada. Eu sugeri o (professor) Ricardo Velez Rodríguez. Ele conhece o funcionamento do Ministério e é o maior conhecedor de pensamento político brasileiro que existe”, destacou Carvalho.

Velez Rodriguez tem apoio da bancada evangélica, que na véspera vetou o educador Mozart Neves para o cargo. Hoje à tarde, Bolsonaro se reuniu por três horas na Granja do Torto, em Brasília, com o procurador regional da República no Distrito Federal Guilherme Schelb, que também era cotado para o cargo. Ao deixar o local, Schelb também admitiu ter apoio "muito significativo" da bancada evangélica e reafirmou ser a favor do movimento Escola Sem Partido.
 
Com informações da Agência Estado 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade