Publicidade

Correio Braziliense

Governador eleito de RR diz que sua intenção é ajudar venezuelanos

Denarium disse que a solução passa por mais investimentos federais na região e maior controle na entrada dos refugiados


postado em 25/11/2018 20:38 / atualizado em 25/11/2018 21:23

De acordo com Denarium, a realidade em Roraima é de existência de abrigos em Boa Vista e Pacaraima, que %u201Cnão comportam mais a quantidade de imigrantes%u201D em busca de emprego e oportunidades(foto: Reprodução/Facebook)
De acordo com Denarium, a realidade em Roraima é de existência de abrigos em Boa Vista e Pacaraima, que %u201Cnão comportam mais a quantidade de imigrantes%u201D em busca de emprego e oportunidades (foto: Reprodução/Facebook)

 
O governador eleito de Roraima, Antonio Denarium (PSL), afirmou hoje (25), em nota publicada nas redes sociais, que defende o retorno dos “vários irmãos” venezuelanos e não a devolução, como foi interpretado por alguns setores da imprensa. Denarium disse que a solução passa por mais investimentos federais na região, maior controle na entrada dos refugiados, por programas de acolhimento em outros estados brasileiros e o regresso dessas pessoas para o país de origem.

Em nota, Denarium buscou esmiuçar o que quis dizer. “Esclareço que em nenhum momento, defendi a "devolucão" dos venezuelanos ao seu país, como se tais cidadãos fossem meras mercadorias. Temos que ajudar aqueles que desejam ficar no Brasil, mas também não podemos fechar os olhos para quem quer voltar pra casa.”

Segundo o governador eleito, o “desejo manifesto de vários irmãos oriundos desse país, que ao me encontrarem em diferentes locais, falam com tristeza sobre a situação complicada em que se encontram em Roraima, muitas vezes morando nas ruas, sem apoio e sem dinheiro. E por isso, preferem retornar à Venezuela”.

De acordo com Denarium, a realidade em Roraima é de existência de abrigos em Boa Vista e Pacaraima, que “não comportam mais a quantidade de imigrantes” em busca de emprego e oportunidades.

“Sem emprego e recursos, a situação deles [imigrantes venezuelanos] só piora a cada dia. E por isso, muitos manifestam o desejo de retornar à sua pátria. E é exatamente a essas pessoas, que dirigi a minha fala, como forma de tentar ajudá-las. Jamais quis passar a ideia de ‘devolução”.
 
A solução para a migração de venezuelanos passa por mais investimentos federais em Roraima, por maior controle na entrada dos refugiados, por programas de acolhimento em outros estados brasileiros e de devolução dessas pessoas para o país de origem.  
 
Para o governador eleito, a crise migratória é “muito séria” e está sobrecarregando os serviços públicos de Roraima, especialmente as redes de saúde, educação e segurança pública. “O governo federal tem de olhar de forma diferenciada a migração no estado de Roraima, trazendo mais recursos para atender a esse pessoal”, afirmou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade