Publicidade

Correio Braziliense

Meirelles aceita convite e será secretário da Fazenda de João Doria

Meirelles é o sexto ministro de Temer a ir para o secretariado de Doria, que já o havia descrito como 'secretário dos sonhos'


postado em 11/12/2018 11:36 / atualizado em 11/12/2018 16:18

Meirelles se candidatou ao Planalto nestas eleições, mas recebeu pouco mais de 1% de votos(foto: Nelson Almeida/AFP)
Meirelles se candidatou ao Planalto nestas eleições, mas recebeu pouco mais de 1% de votos (foto: Nelson Almeida/AFP)
O presidenciável derrotado Henrique Meirelles (MDB) aceitou o convite do governador eleito por São Paulo, João Doria (PSDB), para ser secretário de Fazenda do estado. Ex-ministro da Fazenda do presidente Michel Temer e ex-presidente do Banco Central do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Meirelles se candidatou ao Planalto nestas eleições, mas recebeu pouco mais de 1% de votos. 

"O convite aceito por Meirelles para a Secretaria de Faz. de SP representa um ganho enorme para o estado. Tenho certeza que o excelente trabalho feito para colocar fim à uma dura recessão no Brasil será repetido em SP para o bem dos paulistas", disse o presidente do MDB, o senador Romero Jucá (MDB-RR). Meirelles já havia sido sondado pelo futuro governador na semana passada, visto por ele como "o secretário dos sonhos". 
 
 

Meirelles é o sexto ministro de Temer indicado para a gestão de Doria. Foram nomeados também pelo tucano o atual ministro da Educação, Rossieli Soares, na Educação; o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, na Casa Civil, o chefe da pasta da Cultura, Sérgio Sá Leitão, na Cultura; ministro das Cidades, Alexandre Baldy, para os Transportes Metropolitanos; e o nome à frente do órgão de Turismo, Vinícius Lummertz, para o Turismo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade