Publicidade

Correio Braziliense

Empresário Jacob Barata diz que pagou R$ 145 milhões de propina a Cabral

Esses valores seriam referentes ao atendimento a pleitos específicos do setor, como redução do IPVA dos ônibus e do ICMS


postado em 13/12/2018 10:04 / atualizado em 13/12/2018 10:04

O empresário, que é conhecido como o
O empresário, que é conhecido como o "rei dos ônibus" no Estado, está em prisão domiciliar (foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
 

 

O empresário do setor de transportes urbanos Jacob Barata Filho confirmou, nessa quarta-feira (12/12), o pagamento de aproximadamente R$ 145 milhões em propinas e também na forma de ajuda de campanha ao ex-governador Sérgio Cabral Filho (MDB), entre 2010 e 2016.

Em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, Barata Filho disse que havia um pagamento mensal fixo "da ordem de R$ 300 mil a R$ 400 mil", além de repasses extraordinários, que chamou de "prêmios".

Esses valores seriam referentes ao atendimento a pleitos específicos do setor, como redução do IPVA dos ônibus e do ICMS. O empresário, que é conhecido como o "rei dos ônibus" no Estado, está em prisão domiciliar.

O advogado de ex-governador Rodrigo Roca afirmou que Barata não apresentou nenhuma prova do que afirmou. "Ele não tem documento de nada; chega aqui e faz um discurso sem prova alguma", disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade