Publicidade

Correio Braziliense

'Pode haver crises, mas Constituição ganhou vida própria', diz Moraes

Moraes falou que ninguém 'racional' duvidou que o Brasil realizaria os dois turnos da eleição, a diplomação e a posse dos eleitos


postado em 17/12/2018 11:58 / atualizado em 17/12/2018 11:58

(foto: Lula Marques/AGPT)
(foto: Lula Marques/AGPT)
 

 

A realização das eleições de outubro e a posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro, no próximo dia 1º de janeiro, evidenciam que a democracia no Brasil "ganhou vida própria", afirmou, nesta segunda-feira (17/12), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

"A democracia, a institucionalização da democracia no Brasil, ganhou vida própria. Pode ter problemas, pode haver crises, só que isso, de dois em dois anos com eleições, foi gerando um desenho institucional próprio", disse o ministro, durante palestra na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que promove o evento "Os 30 anos da Constituição Federal".

Moraes falou que ninguém "racional" duvidou que o Brasil realizaria os dois turnos da eleição, a diplomação e a posse dos eleitos. Para o ministro, a Constituição de 1988, que completa 30 anos, "vem sendo aplicada sem rupturas democráticas."

Em referência aos processos de impeachment dos ex-presidentes Fernando Collor e Dilma Rousseff, Moraes disse que os dois processos foram feitos de acordo "com as regras do jogo". "Podem concordar ou não concordar, ideologicamente cada um tem seus posicionamentos, todos são respeitáveis, mas foram jogados dentro das regras do jogo", declarou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade