Publicidade

Correio Braziliense

Após desconvidar Cuba para posse, Bolsonaro recebe 'denunciante' cubano

O capitão do exército postou uma foto na qual conversa com Gutierrez, acompanhado de outras pessoas


postado em 20/12/2018 13:00 / atualizado em 20/12/2018 13:00

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)
 

 

Depois de retirar o convite à Cuba para que este país envie um líder para participar de sua posse, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu, na manhã desta quinta-feira (20/12), o cubano Orlando Gutierrez, "um dos principais denunciantes das atrocidades cometidas pela ditadura daquele país", segundo escreveu o presidente eleito em sua conta no Twitter.

O capitão do exército postou uma foto na qual conversa com Gutierrez, acompanhado de outras pessoas.

Recentemente, em rede social, o futuro ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também falou sobre o não convite a outro líder que não é bem quisto pelo novo governo.: "Em respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a posse do presidente Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira".

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade