Publicidade

Correio Braziliense

'Eleitor realizou reforma que há tempos as ruas pedem', diz Zema em posse

Foram recorrentes no discurso de posse de Romeu Zema as menções à renovação e novas formas de fazer política


postado em 01/01/2019 12:19 / atualizado em 01/01/2019 13:25

Posse do Governador de Minas Gerais, Romeu Zem(foto: Assembleia Legislativa de MG/Divulgação)
Posse do Governador de Minas Gerais, Romeu Zem (foto: Assembleia Legislativa de MG/Divulgação)
Romeu Zema acabou de ser empossado como governador de Minas Gerais, em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa do Estado. "O eleitor não dá recados, ele decide. Nas urnas, o eleitor mineiro decidiu realizar uma reforma política que há tempos as ruas pedem, mas que até então não havia sido colocada em prática", declarou Zema, em discurso, após receber o título de governador.

Foram recorrentes no discurso de Zema as menções à renovação e novas formas de fazer política. Candidato pelo Partido Novo, Zema "correu por fora" para ganhar a disputa, que tinha como principais candidatos o tucano Antonio Anastasia e o petista Fernando Pimentel. A delicada situação das contas públicas de Minas foi citada por Zema. "A primeira atitude a ser tomada é reduzir despesas, cortando na carne", afirmou, citando estimativas fiscais para 2019 e os próximos anos.

"As previsões de déficit em conta corrente ultrapassam R$ 30 bilhões em 2019. Se nada for feito, o rombo passará de R$ 100 bilhões nos próximos anos", afirmou. "Ou fazemos mudanças necessárias ou muito em breve a situação será muito pior ou até impraticável. Só nos resta ação. Será respeitando as leis, a liberdade, os recursos públicos e as pessoas que nosso estado poderá ser novamente respeitado", disse Zema. "São ações tomadas no presente que poderão ou não garantir o futuro de nossos filhos e netos", ressaltou o novo governador.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade