Publicidade

Correio Braziliense

Pelo Twitter, Trump parabeniza discurso de Bolsonaro e presidente responde

Os dois se comunicaram pelo microblog depois do discurso do presidente Jair Bolsonaro na tarde desta terça-feira (1/1).


postado em 01/01/2019 16:39 / atualizado em 01/01/2019 17:02

(foto: Mandel Ngan e Nelson Almeida/AFP )
(foto: Mandel Ngan e Nelson Almeida/AFP )
 

 

Por meio das redes sociais, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, parabenizou o discurso de Jair Bolsonaro em cerimônia de posse como presidente do Brasil, no Congresso Nacional, nesta terça-feira (1º/1). 

 

Trump se manifestou por meio do Twitter. "Parabéns ao presidente Jair Bolsonaro, que fez um ótimo discurso de inauguração. Os Estados Unidos estão com você", escreveu.

 

Logo após a mensagem, Bolsonaro também respondeu ao presidente, com dois Tweets – um em inglês e outro em português.  "Senhor Presidente Trump, agradeço suas palavras de apoio. Juntos, sob a proteção de Deus,  traremos mais prosperidade e progresso para nossos povos!", afirmou.  

 

O republicano não esteve presente na cerimônia, mas o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, participou do evento. Ao desembarcar no país, Pompeo postou uma mensagem na sua conta pessoal do Twitter. "Acabei de chegar a #Brasilia para a posse do @jairbolsonaro. Ansioso para testemunhar a transferência pacífica de poder em uma das democracias mais fortes da América Latina", disse. 

 

Ele fica no Brasil até essa quarta-feira (2/1), e se reúne à tarde com Bolsonaro e o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. 

 

 

 

  

 

Presença israelense  

 

Também pelo Twitter, o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu postou uma foto abraçando Bolsonaro na cerimônia de posse presidencial durante a tarde. Em inglês, Netanyahu disse ter dado um "caloroso abraço no meu bom amigo, presidente do Brasil eleito, Jair Bolsonaro. Boa sorte, meu amigo", escreveu no microblog. 

 

O primeiro-ministro chegou em Brasília nesta terça-feira para acompanhar o evento. Antes, ele estava no Rio de Janeiro para compromissos e reuniões oficiais

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade