Publicidade

Correio Braziliense

Moro manda exonerar diretora da Funai, mas Casa Civil não publica

Servidora continua trabalhando normalmente, até que o afastamento seja oficializado


postado em 14/01/2019 17:51

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, determinou a exoneração da diretora de Proteção Territorial da Funai, Azelene Inacio. No entanto, até o momento, a Casa Civil não publicou o afastamento da servidora, o que deveria ter ocorrido na semana passada.

O ministro pediu a exoneração de Azelene por conta de uma investigação do Ministério Público, que aponta conflito de interesses na atuação da diretora. O pedido partiu de Moro por conta de critérios jurídicos, mesmo a Funai estando sob responsabilidade do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, chefiado por Damares Alves.

A ausência de publicação que oficialize a demissão causou surpresas nos ministros Sérgio Moro e Damares Alves. Nos bastidores, ela tenta permanecer no cargo, ou ascender à presidência da Funai, e alega que sofre perseguição. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade