Publicidade

Correio Braziliense

Após decisão judicial, Lula desiste de se encontrar com familiares em SP

Ex-presidente foi autorizado pelo ministro Dias Toffoli a ir até uma base militar na região do ABC paulista


postado em 30/01/2019 13:54 / atualizado em 30/01/2019 14:10

(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, afirmou, na tarde desta quarta-feira (30/1), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desistiu de ir até São Paulo se encontrar com familiares. Ele estava autorizado pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, a ver o corpo do irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá

De acordo com a decisão de Toffoli, o ex-presidente poderia ir até uma base militar em São Bernardo do Campo e só veria o irmão se o cortejo fosse até o local. 

Ao destacar que o petista decidiu ficar em Curitiba, onde está preso na Superintendência da Polícia Federal, Okamoto afirmou que "ele gostaria de ver os familiares, mas terá outra oportunidade". 

A decisão do magistrado foi emitida minutos antes do enterro, que estava previsto para às 13 horas. A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que não seria possível esperar a chegada de Lula.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade