Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Federal faz buscas em endereços ligados ao senador Ciro Nogueira

Operação Compensação investiga crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro


postado em 22/02/2019 07:35 / atualizado em 22/02/2019 09:07

Senador Ciro Nogueira (PP-PI)(foto: Moreira Mariz/Agencia Senado)
Senador Ciro Nogueira (PP-PI) (foto: Moreira Mariz/Agencia Senado)
O senador Ciro Nogueira (PP-PI) é alvo de busca e apreensão na operação "Compensação" da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (22/2). A ação apura crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro. A operação foi autorizada pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber. 

São sete mandados de busca e apreensão em Teresina (PI), Brasília (DF) e São Paulo (SP). Os envolvidos também serão intimados a dar depoimento na Polícia Federal. 

Segundo a PF, a investigação teve como origem os depoimentos de colaboradores que afirmaram terem repassado R$ 43 milhões ao PP em pagamentos em espécie e doações oficiais. Ciro Nogueira seria o intermediário da negociação em troca de apoio político do partido na campanha eleitoral para a eleição presidencial de 2014.
 
O advogado de defesa de Ciro Nogueira, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, disse, por meio de nota que "o que está sendo apreendido nesta busca e apreensão é o que foi recentemente restituído pelo Supremo Tribunal em virtude de outra operação que não resultou em Ação Penal , o Supremo rejeitou a Denúncia,pois baseada tão somente na palavra de outro delator". Kakay também acrescenta que o "constrangimento" poderia ter sido evitado com uma intimação para prestar esclarecimentos, já que Ciro sempre "se colocou à disposição". 
  
Aguarde mais informações 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade