Publicidade

Correio Braziliense

José de Abreu se autoproclama presidente do Brasil em crítica a Guaidó

Ator protestou contra a decisão de vários países de reconhecer o líder da oposição como presidente venezuelano


postado em 26/02/2019 10:14 / atualizado em 26/02/2019 10:29

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)
 
Em tom irônico, o ator José de Abreu se autoproclamou presidente da República na noite dessa segunda-feira (26/2). A ação é um protesto contra a decisão de vários países de reconhecer Juan Guaidó como presidente da Venezuela.

"Acabei de me proclamar presidente do Brasil. Quem me apoia?", questionou o ator em um tweet que já recebeu mais de 15 mil curtidas. "Vamos exigir respeito à minha autodeclarada Presidência como estão dando para o venezuelano. Por que ele tem e eu não?", ironizou.
 
 

Abreu informou que está na Grécia e que retorna ao Brasil em 8 de março para sua "posse", no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. O ator também anunciou algumas de suas primeiras medidas e o nome de futuros ministros. "Vou proibir o hino para menores de 18 anos", disse, em alusão à polêmica envolvendo o ministro da Educação, Ricardo Vélez. "Já temos Lula, Dilma, Amorim, Freixo, Boulos, Manuela, Maria do Rosario, Suplicy… Faltam alguns ministros. Como presidente alternativo, aceito alternativas", acrescentou.

Vários internautas embarcaram na ideia do protesto. Tanto que o nome do ator chegou a figurar na lista dos assuntos mais comentados do Brasil no Twitter. Entre as postagens, apareceram sugestões de medidas e até uma foto oficial de José de Abreu com a faixa presidencial.
 
 
 
 
 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade