Publicidade

Correio Braziliense

Marcos Cintra pede a Moro que PF investigue vazamentos na Receita

Secretário especial da Receita Federal disse que o Fisco vai divulgar uma nota esclarecendo os fatos


postado em 26/02/2019 19:25 / atualizado em 26/02/2019 19:25

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, encaminhou pedido ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, para que a Polícia Federal abra investigação para apurar o vazamento de informações relacionadas a agentes públicos que foram alvos do Fisco. Entre eles, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e Roberto Maria Rangel, mulher do presidente do Supremo, Dias Toffoli.

Cintra afirmou que será implacável na defesa da Receita Federal e disse que o Fisco vai divulgar uma nota esclarecendo os fatos. "Estamos sofrendo um ataque à instituição Receita Federal do Brasil", disse.

A equipe econômica está preocupada com os riscos de a crise institucional se ampliar provocando ruídos justamente no momento que a estratégia principal do governo é aprovar a reforma da Previdência.

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) hoje (26/2) reagiu às acusações do ministro Gilmar Mendes, que foi investigado preliminarmente na operação.

Numa dura nota de repúdio, o Sindifisco diz que os auditores têm assistido atônitos "a um magistrado da mais alta corte do país" proferir impropérios e acusações da maior gravidade", classificando os servidores do órgão por termos como "milícias", "bando", e jogando ao vento especulações vazias acerca da existência de "achaques" e de um suposto "mercado de dossiês".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade