Publicidade

Correio Braziliense

Amigo íntimo de Temer, Coronel Lima também é preso pela Lava-Jato

A polícia aponta desde o ano passado que Lima seria intermediário de propinas de Temer


postado em 21/03/2019 13:43 / atualizado em 21/03/2019 13:50

(foto: Reprodução/Globo News)
(foto: Reprodução/Globo News)
Amigo íntimo do ex-presidente Michel Temer, João Baptista Lima filho, o Coronel Lima, também foi preso pela Polícia Federal, alvo de mandado de prisão nesta quinta-feira (21/3). Agentes da PF estiveram no prédio em que Lima Mora, em São Paulo. O pedido foi feito pela força-tarefa da Operação Lava-Jato e autorizada pela Justiça Federal do Rio de Janeiro.

A polícia aponta, desde o ano passado, que Lima era um intermediário de propina de Temer. Uma das empresas do coronel, a PDA Projetos, se tornou conhecida justamente por causa da Engevix. Um executivo chegou a dizer, em uma proposta de delação premiada, que havia pago R$ 1 milhão ao coronel Lima.

Lima já foi alvo duas vezes de operações da Polícia Federal e chegou a ficar preso em março do ano passado por alguns dias. Lima também foi alvo da Polícia após a delação da JBS, quando foram encontrados documentos sobre uma reforma na casa de Maristela, uma das filhas de Temer.

* Estagiária sob supervisão de Humberto Rezende 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade