Publicidade

Correio Braziliense

Em discurso, Bolsonaro agradece empenho de Maia e deputados na Previdência

Presidente realizou um pronunciamento em rede nacional nesta quarta-feira


postado em 24/04/2019 20:56

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

 
Durante um pronunciamento em cadeia nacional de televisão na noite desta quarta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro (PSL) agradeceu o empenho e o trabalho da de deputados da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que aprovaram o relatório da proposta de reforma da Previdência. Ele ainda agradeceu ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pelo comprometimento com a reforma. 

O presidente ainda citou que a admissibilidade da reforma da Previdência foi aprovada nesta terça (23/4) pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara por 48 votos a 18. Agora, a proposta segue para uma comissão especial, responsável onde os deputados discutirão os detalhes do projeto.

“O governo continua a contar com o espírito patriótico dos parlamentares para a aprovação da nova Previdência nessa segunda etapa e também posteriormente no plenário da Câmara dos Deputados. É muito importante lembrar que se nada for feito, o país não terá recursos para garantir aposentadoria para todos os brasileiros.

Sem mudanças, o governo não terá condições de investir nas áreas mais importantes para as famílias, como saúde, educação e segurança. Temos certeza que a nova Previdência vai fazer o Brasil retomar o crescimento, gerar empregos e principalmente reduzir a desigualdade social porque, com a reforma, os mais pobres pagarão menos. O Brasil tem pressa”, disse Bolsonaro em parte do discurso.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pretende instalar nesta quinta-feira (25/4) a comissão especial que discutirá a reforma da Previdência, caso os partidos já tenham indicar a maioria dos integrantes. A partir de então, ele espera que o texto possa ser votado no colegiado entre junho e julho, antes do recesso parlamentar. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade