Publicidade

Correio Braziliense

Eduardo Bolsonaro relaciona os termos 'Lula' e 'livre' em programa de tevê

O deputado federal participou, no sábado, do programa Mega Senha, apresentado por Marcelo de Carvalho


postado em 19/05/2019 15:52

(foto: Reprodução/RedeTV!)
(foto: Reprodução/RedeTV!)
Filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) relacionou os termos "Lula" e "livre" no último sábado (19/5), ao participar do programa da RedeTV!, Mega Senha. O trecho do programa acabou destacado e usado neste domingo por apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que fazem campanha por sua liberdade.

No programa, apresentado por Marcelo de Carvalho, o convidado se une a um jogador para adivinhar palavras selecionadas pela produção. Para isso, um dos integrantes da dupla deve dizer ao outro termos que se relacionem com a palavra selecionada.

Uma das palavras que Eduardo tinha de passar para uma das participantes era "livre". Ele, então, deu, como primeira dica, a palavra "preso". A participante arriscou, então, "solto". O deputado disse, em seguida, "quase". E a jogadora arriscou "cadeia". Foi então que o filho do presidente disse "Lula", arrancando risadas do apresentador e da plateia. 

Mesmo assim, a jogadora não acertou, dizendo "preso". Bolsonaro voltou a insistir em Lula, e a mulher disse: "Presidente". O deputado então desistiu e passou para outra palavra (veja a íntegra do programa abaixo, com vídeo programado parainiciar nesse momento, aos 46 minutos e 45 segundos)

"Politicamente correto"

Quando acabou o bloco, Marcelo de Carvalho disse: "Se ela fosse de esquerda, ela acertava". E então continuou: "Isso vai entrar para os anais da televisão. Eduardo Bolsonaro dá a dica Lula livre. É um político politicamente correto".

Neste domingo, internautas simpatizantes de Lula usaram o trecho para impulsionar a campanha #LulaLivre. Veja algumas postagens:




O próprio Eduardo Bolsonaro, no entanto, usou a cena para dizer que, "nem no Mega Senha o Lula está livre".



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade