Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Federal investiga invasão do telefone celular de Sérgio Moro

Segundo assessoria, hackers assumiram o controle do aparelho e enviaram mensagens de texto em nome do ministro da Justiça


postado em 05/06/2019 18:29 / atualizado em 05/06/2019 18:45

(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A Polícia Federal investiga um ataque hacker ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que teve o celular invadido por criminosos, na terça-feira (4/6), e precisou cancelar a linha.

A invasão do aparelho foi confirmada pela assessoria da pasta, que também admitiu o envio de mensagens fraudulentas por meio do aplicativo Telegram em nome de Moro. Ainda de acordo com a assessoria, equipes de inteligência da PF abriram uma investigação, mas nenhum suspeito foi apontado. 

O ministério não deu informações sobre o tempo que os criminosos tiveram o aparelho sob controle nem informou que medidas serão adotadas para prevenir novos ataques desse tipo.

Na tarde desta quarta-feira (5/6), o diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo, se reuniu com Moro no Ministério da Justiça. Um dos temas tratados no encontro foi o hackeamento do celular.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade