Publicidade

Correio Braziliense

VÍDEO: Votação de crédito suplementar tem bate-boca por causa de Moro

Senador Major Olímpio chamou de ''defensores de ladrões'' a oposição, que reagiu com vaias e gritos


postado em 11/06/2019 21:20 / atualizado em 11/06/2019 21:21

O senador Major Olímpio se exaltou durante a sessão(foto: Reprodução/TVCâmara)
O senador Major Olímpio se exaltou durante a sessão (foto: Reprodução/TVCâmara)
A sessão conjunta do Congresso desta terça-feira (11/6), na qual foi aprovado o crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões solicitado pelo governo federal, foi marcada por bate-boca entre deputados e senadores. O motivo, no entanto, não foi o recurso extra, mas o ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

Mesmo não sendo o tema da sessão, as conversas entre Moro e o procurador da Lava-Jato Deltan Dallagnol, vazadas ao site The Intercept, foram constantemente citadas pelos parlamentares que ocuparam a tribuna, o que tornou a sessão cada vez mais tensa.

O estopim chegou, por fim, quando o senador Major Olímpio (PSL-SP), último a se pronunciar antes da votação, saiu em defesa de Moro, que havia sido alvo de críticas e pedidos de exoneração por parte da oposição (assista abaixo, a partir do início da fala do senador).

"Defensores de criminosos, daqueles que pensavam que a lei jamais iria alcançá-los, encontraram na ação de Sérgio Moro, que enfiaram na cadeia Lula e outros criminosos. Não adianta tentar defender criminosos. Criminosos sim!", gritou o senador, dirigindo-se à oposição.

Do Plenário, críticos de Moro gritavam para Olímpio, cuja voz se sobressaía, por estar com o microfone aberto: "Bandidos, bandidos! Lugar de bandidos é na cadeia. Bandidos, bandidos, bandidos criminosos, defensores de ladrões!", continuou gritando, até que todos os microfones foram conrtados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade