Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro garante que Floriano Peixoto nos Correios não gerará descrédito

O chefe do Executivo federal frisou que ele continuará sendo bem vindo para participar das reuniões do Conselho de Governo, encontros semanais entre ministros de Estado


postado em 21/06/2019 11:11 / atualizado em 21/06/2019 11:13

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O presidente Jair Bolsonaro promete que a troca feita na Secretaria-Geral não trará descrédito para o general Floriano Peixoto, que assumirá a Presidência dos Correios. O chefe do Executivo federal frisou que ele continuará sendo bem vindo para participar das reuniões do Conselho de Governo, encontros semanais entre ministros de Estado. 

A ascensão de Jorge Oliveira da Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ) para a Secretaria-Geral, com a consequente transferência de Peixoto para os Correios, foi feita em “comum acordo”, garantiu Bolsonaro. “A saída do general Juarez [ex-presidente dos Correios] (mostrou) que tinha uma função importantíssima a ser preenchida aos que estão aqui ao nosso lado. Optamos, em comum acordo, com a ida do Floriano Peixoto para lá”, sustentou. 

O presidente demonstrou plena confiança em Peixoto e minimizou a troca. “É, basicamente, no nosso linguajar militar, uma missão, e temos plena confiança que cumprirá a contento. Afinal de contas, é um colega nosso, acostumado a desafios. Então, a gente deseja boa sorte ao Floriano Peixoto e paguei mais uma missão para ele”, disse Bolsonaro, assegurando que o prestígio se mantém. “Toda reunião de ministros que fazemos periodicamente ele se fará presente. Então boa sorte a ele e que Deus o acompanhe.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade