Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro diz que André Mendonça está na lista para o STF

Com a aposentadoria de Celso de Mello, Supremo terá uma vaga em aberto em 2020


postado em 11/07/2019 21:52

O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, está entre os
O advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, está entre os "bons nomes" (foto: Agência Brasil/Divulgação)
O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (11) que o advogado-geral da União, André Luiz Mendonça, está entre os "bons nomes" que ele considera para indicar ao Supremo Tribunal Federal (STF). Após dizer que indicará um ministro evangélico para a corte, o nome de Mendonça passou a ser ventilado na imprensa. O presidente, no entanto, negou essas especulações.

"Primeiro, da minha boca não saiu isso. Eu sei que ele é terrivelmente evangélico. Temos muito bons nomes para o STF, e o André Luiz é um nome que, com toda certeza, está entre uma lista aí com muito apoio por parte do presidente", afirmou em entrevista a jornalistas após participar da posse do novo diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o delegado da Polícia Federal Alexandre Ramagem Rodrigues.

No mês passado, ao criticar a decisão do STF de criminalizar a homofobia como forma de racismo, Bolsonaro já havia sugerido a indicação de um evangélico para a Corte. Até 2022, o presidente da República poderá indicar nomes para pelo menos duas vagas, que serão aberta com a aposentadoria compulsória dos ministros Marco Aurélio e Celso de Mello. Além de evangélico, Bolsonaro disse que o indicado será tecnicamente qualificado para o posto.

"Com toda certeza, esse terrivelmente evangélico vai ser também um profundo conhecedor da legislação e um jurista renomado", acrescentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade