Publicidade

Correio Braziliense

PSL compara a facada em Bolsonaro ao atentado às Torres Gêmeas

Pelo Instagram, o partido disse que os dois episódios "impactaram a sociedade e deixaram marcas na história"


postado em 11/09/2019 16:35 / atualizado em 11/09/2019 16:53

(foto: Reprodução/Instagram)
(foto: Reprodução/Instagram)
O PSL, partido de Jair Bolsonaro, publicou uma imagem nesta quarta-feira (11/9) em que compara o atentado às Torres Gêmeas, nos Estados Unidos, em 2001, com o atentado a faca sofrido pelo presidente durante campanha eleitoral no ano passado, em Juiz de Fora (MG).

O partido fez a publicação no Instagram. "Há 18 anos, um atentado nos Estados Unidos chocava o mundo inteiro: o ataque às Torres Gêmeas. Há um ano, o Brasil sofria um ataque à democracia: @jairmessiasbolsonaro foi esfaqueado em meio a um ato público. Dois episódios que impactaram a sociedade e deixaram marcas na história", diz a legenda da foto. 

 

 

A publicação foi compartilhada pelo filho mais velho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). "Minha solidariedade a todos os familiares vítimas de terroristas", escreveu o senador em perfil no Instagram. 

 

A comparação dividiu os internautas. Alguns cobraram das autoridades investigações sobre um suposto cúmplice de Adélio Bispo, enquanto outros usuários da rede criticaram a postagem e consideraram um absurdo a analogia entre os dois casos.

Devido à facada, Bolsonaro passou por diversos procedimentos cirúrgicos, incluindo a correção de uma hérnia, no último domingo. Ainda internado, o presidente teve nesta quarta-feira, a alimentação oral suspensa e a instalação de uma sonda nasogástrica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade