Publicidade

Correio Braziliense

Ainda internado, general Villas Bôas tem sinais de melhora

O ex-comandante, de 67 anos, sofre de uma doença neuromotora degenerativa


postado em 12/10/2019 14:52 / atualizado em 12/10/2019 15:21

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O general Eduardo Villas Bôas, ex-comandante do Exército e atual assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), teve "melhora considerável" no quadro respiratório, segundo sua assessoria de comunicação. Ele segue internado desde o dia 6, no Hospital Sírio Libanês, em Brasília, quando foi transferido do Hospital das Forças Armadas (HFA). As visitas estão restritas à família.

O ex-comandante, de 67 anos, sofre de uma doença neuromotora degenerativa. A transferência foi necessária porque o ex-comandante persiste com dificuldades para respirar e a primeira broncoscopia realizada para tratar atelectasia não surtiu o efeito desejado.

O ex-comandante do Exército foi internado na noite de quarta-feira (2/10), no Hospital das Forças Armadas (HFA). No dia seguinte, quinta (3), foi submetido a um exame de broncoscopia para avaliar a capacidade dos pulmões. No domingo (6), foi necessário transferir o general do HFA para o Hospital Sírio Libanês, em Brasília, onde permanece na UTI. 

Na noite de quarta-feira (9/10), os médicos fizeram uma abertura na traqueia para facilitar a entrada de ar nos pulmões. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade