Publicidade

Correio Braziliense

Carlos pede desculpas por postar mensagem na conta do Twitter de Bolsonaro

Antes das desculpas, Carlos Bolsonaro havia postado mensagem favorável à prisão após condenação em segunda instância, em debate no STF


postado em 17/10/2019 15:26 / atualizado em 17/10/2019 15:52

(foto: Sérgio Lima/AFP)
(foto: Sérgio Lima/AFP)
O vereador do Rio de Janeiro e filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), pediu desculpas, nesta quinta-feira (17/10), após postar uma mensagem no Twitter do pai defendendo a prisão em segunda instância.

 

De acordo com o vereador, a postagem foi sem autorização do presidente. “Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!”, escreveu.


Em resposta a um seguidor que reclamou da postagem, Carlos assumiu o erro. "É verdade! Estou assumindo a culpa! Mas creio que os pontos positivos superam qualquer crítica de quem é mal-intencionado!"

O tuíte postado e logo apagado por Bolsonaro dizia: "Aos que questionam, sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância. Proposta de Emenda à Constituição que encontra-se no Congresso Nacional sob a relatoria da Deputada Federal Caroline De Toni".

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)


O STF iniciou nesta quinta-feira o julgamento de três ações que pode resultar no fim da prisão após condemação em segunda instância. O julgamento deve terminar só na semana que vem.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade