Politica

Eduardo cita Código Civil para defender uso de perfil anônimo nas redes

Aparentemente, a postagem foi em resposta a um de seus seguidores que relatou ter sido "pessoalmente perseguido após as eleições"

Vera Batista
postado em 03/11/2019 13:55
 (foto: MarcosCorrea/PR )
(foto: MarcosCorrea/PR )

[FOTO1]O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) postou no Twitter, uma mensagem que sinaliza ser um incentivo aos seguidores de criar um perfil anônimo nas redes sociais. Pelo twitter ele declarou: "Muitas pessoas omitem sua identidade nas redes para poderem expressar o que pensam (Art.19, cód. civil). Se suas identidades vierem à tona é o que falta para serem perseguidas, incluídas em redes de "milícias virtuais", serem chamadas para CPMI para destruir suas reputações e etc".

Logo abaixo da mensagem, o deputado postou a fotografia de uma página do Código Civil, com o Artigo 19, que diz: "o pseudônimo adotado para atividades lícitas goza da proteção que se dá ao nome".

Aparentemente, a postagem foi em resposta a um de seus seguidores que relatou ter sido "pessoalmente perseguido após as eleições", depois que listas circularam na internet incluindo o eleitor como parte da "milícia digital" de Bolsonaro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação