Publicidade

Correio Braziliense

Indo ver jogo, Bolsonaro realiza live dentro de carro e faz piada com Dilma

Desta vez, a transmissão ao vivo que costuma ocorrer às quintas-feiras ocorreu enquanto o presidente ia assistir a Flamengo e Avaí


postado em 05/12/2019 20:02 / atualizado em 05/12/2019 21:09

(foto: Facebook/ reprodução )
(foto: Facebook/ reprodução )
Dentro de um carro, o presidente Jair Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook na noite desta quinta-feira (5/12). O chefe do Executivo estava a caminho do Maracanã, para assistir a partida entre Flamengo e Avaí pelo Campeonato Brasileiro. 

 

Ao comentar sobre o jogo, o presidente aproveitou para fazer uma piada com a ex-presidente Dilma Rousseff, embora sem citar o nome da antecessora. "O Flamengo já é campeão e o  Avaí já está rebaixado, então ninguém vai torcer para nada. Ninguém vai ganhar ou perder, como diria aquela presidente do passado", disse (assista abaixo).
 

Mau desempenho na educação 

Na curta fala, de cerca de seis minutos, Bolsonaro buscou também justificar os resultados do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) 2018. O país ficou entre as 20 piores colocações na avaliação.

"O Brasil continua com os números baixos. Mas não tem nada a ver com o nosso governo. Estamos trabalhando para mudar a educação, mas não se muda de uma hora para outra", afirmou. 

 

O presidente também garantiu que o acordo entre Mercosul e União Europeia deve acontecer no próximo ano ou no outro. Além disso, ele disse que o acordo pode sim elevar os preços de alguns produtos, mas que o mercado irá se regular.

"Assim como vendemos, nós compramos. Não tenho como tabelar preços, essa política não dá certo. O que subir de preços, as pessoas vão começar a ofertar e o preço vai cair. É oferta e procura", analisou.
 

Novas leis de trânsitos 

Bolsonaro disse ainda que está acertada com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na próxima semana, a votação do projeto que altera o Código de Trânsito Brasileiro.

De  acordo com o presidente, as principais mudanças previstas são o total máximo de pontos permitidos para 40 e a validade da habilitação para 10 anos.

“Vai ajudar e muito o motorista do Brasil. A Justiça trabalhou muito contra a gente para que não diminuíssimos as lombadas eletrônicas, mas a população sofre.” 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade