Publicidade

Correio Braziliense

Aprovação do governo cai e 31% dos brasileiros o consideram bom ou ótimo

Pesquisa foi realizada pela FSB/Veja e mostrou que 46% dos brasileiros desaprovam a forma como o presidente governa o Brasil


postado em 06/12/2019 18:23 / atualizado em 06/12/2019 18:26

O percentual dos que consideram o governo
O percentual dos que consideram o governo "regular" aumentou de 28% para 31% nos últimos dois meses (foto: Carl de Souza/AFP)
A aprovação do governo caiu de 33% para 31% de outubro para dezembro deste ano, indica pesquisa FSB/Veja, divulgada nesta sexta-feira (6/12).

 

De acordo com os dados, 12% dos brasileiros consideram o governo "ótimo", enquanto 19% acreditam que ele é "bom".

 

Já o percentual dos que consideram o governo "regular" aumentou de 28% para 31% nos últimos dois meses. Ao todo, 11% responderam que ele é "ruim", e 26% disseram que ele é "péssimo". 

 

A pesquisa também mostrou que 46% dos brasileiros desaprovam a forma como o presidente governa o Brasil, enquanto 44% aprovam. 

 

Ministros 

A pesquisa também perguntou qual é o melhor ministro do governo. Com 30% dos votos, o ministro da Justiça, Sergio Moro, ganha a disputa. Em segundo lugar, a opção "nenhum" ganha com 21%; e em terceiro, vem o ministro da Economia, Paulo Guedes, com 13%.

 

Congresso 

Sobre a atuação do Legislativo, 36% consideram o Congresso "regular", enquanto 31% avalariam como "péssimo", e 17% responderam que é "ruim". Apenas 12% consideram "bom" ou "ótimo". 

 

Democracia 

Além disso, a pesquisa também perguntou sobre as formas de governo. Para 59% da população, a "democracia é sempre a melhor forma de governo". Outros 18% responderam que a democracia é "na maioria das vezes" a melhor forma, e 6% defenderam a ditadura.

 

Para 26% dos brasileiros, não há nenhuma chance de o Brasil ser governado por ditadura militar, enquanto 18% consideram essa chance "média".

 

Outra parte da pesquisa buscou apurar as intenções de voto dos brasileiros para presidente. Nesse ponto, Bolsonaro aparece liderando em quase todos os cenários.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade