Publicidade

Correio Braziliense

STJ manda soltar ex-governador do Rio Luiz Fernando Pezão

Político cumpria prisão preventiva desde novembro do ano passado, em razão de acusações que enfrenta na Lava-Jato


postado em 10/12/2019 17:36

(foto: CARL DE SOUZA)
(foto: CARL DE SOUZA)
A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou soltar, nesta terça-feira (10), o ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão. A decisão foi tomada por três votos a zero e revoga a prisão preventiva de Pezão.

 

O ex-governador é réu na Lava-Jato e estava preso desde novembro do ano passado  no Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói. Ele é acusado de integrar um esquema de corrupção montado pelo também ex-governador carioca Sérgio Cabral.

 

Apesar de sair da cadeia, a Justiça aplicou medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica, proibição de fazer contato com os outros réus, de deixar o Rio de Janeiro sem autorização da Justiça e a obrigação de ficar em casa a noite, entre às 20 e 6 horas. O ministro Rogério Schietti, relator do caso, entendeu que Pezão não oferece mais riscos as investigações. O Tribunal também levou em consideração problemas de saúde enfrentados pelo ex-chefe do Executivo carioca.

 

Os crimes dos quais ele é acusado, já teriam sido encerrados. O de corrupção teria ocorrido até 2016 e o de lavagem de dinheiro até 2007. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade