Politica

Investigado da PF, Ronaldo Nogueira pede demissão da presidência da Funasa

Operação Gaveteiro apura desvio de valores do então Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informaçã

Agência Brasil
postado em 12/02/2020 11:40

Ronaldo NogueiraO Diário Oficial da União publica, nesta quarta-feira (12/2), a portaria da Casa Civil da Presidência da República com a exoneração, a pedido, do presidente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Ronaldo Nogueira.

Na quinta-feira (6/2) da semana passada, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Gaveteiro, para apurar o desvio de valores do então Ministério do Trabalho, por meio da contratação de uma empresa do ramo da tecnologia da informação, em Goiás e em mais cinco estados.

Nogueira, que esteve à frente do ministro do Trabalho entre 2016 e dezembro de 2017, está entre os investigados na operação. Segundo a PF, o esquema criminoso desviou mais de R$ 50 milhões do ministério.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação