Publicidade

Correio Braziliense

"Estarei onde for mais importante para o presidente Bolsonaro", diz Terra

Ministro da Cidadania, Osmar Terra, respondeu as mudanças feitas por Bolsonaro


postado em 13/02/2020 18:56 / atualizado em 14/02/2020 16:41

(foto: Wilson Dias/Agencia Brasil)
(foto: Wilson Dias/Agencia Brasil)
Após a demissão anunciada nesta quinta-feira (13/2) pelo presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Osmar Terra afirmou por meio de nota que estará onde for "mais importante para o governo e para o presidente Jair Bolsonaro". Terra deverá voltar ao mandato de deputado federal.

"Eu estarei onde for mais importante para o governo e para o presidente Jair Bolsonaro. Sou deputado no sexto mandato, com muito orgulho. Agradeço ter ajudado o Brasil e quero continuar ajudando onde estiver. Desejo sorte ao companheiro Onyx Lorenzoni", afirmou.

Terra se encontrou nesta quarta-feira (12/2) com Bolsonaro em duas ocasiões. Pela manhã, juntamente, com um grupo de artistas e atletas, entre eles o ex-pugilista Popó, o iatista Lars Grael, o nadador Daniel Dias e o lutador de MMA Minotauro, que participaram de uma campanha antidrogas. Já no final da tarde, Terra foi chamado novamente ao Planalto, para uma nova reunião com o presidente, dessa vez, a sós. 

Ainda nesta quinta, ao ser indagado sobre o conteúdo da conversa, Bolsonaro desconversou e respondeu que foi sobre "amor". "Me dou muito bem com ele, sem problema nenhum, tem um bom trabalho", apontou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade