Publicidade

Correio Braziliense

Técnico do Flamengo, Jorge Jesus se reúne com Bolsonaro e Guedes; veja

No encontro, também estiveram o presidente Rodolfo Landim e os vice-presidentes Luiz Eduardo Baptista e Marcos Braz


postado em 17/02/2020 18:42 / atualizado em 17/02/2020 18:55

(foto: Marcos Corrêa/PR)
(foto: Marcos Corrêa/PR)
O técnico do Flamengo, Jorge Jesus, aceitou um convite do presidente Jair Bolsonaro para um encontro na tarde desta segunda-feira (17/2) no Palácio do Planalto. O encontro ocorreu um dia após o time emplacar 3 a 0 no Athletico-PR e garantir o título da Supercopa do Brasil, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Bolsonaro também compareceu à partida neste domingo (16/2).
 
Ver galeria . 7 Fotos Bolsonaro e Jorge JesusMarcos Corrêa/PR
Bolsonaro e Jorge Jesus (foto: Marcos Corrêa/PR )


Uma foto da reunião foi publicada nas redes sociais do treinador, ao lado do chefe do Executivo e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

No encontro, também estiveram o presidente Rodolfo Landim e os vice-presidentes Luiz Eduardo Baptista e Marcos Braz. O encontro foi uma extensão da reunião de hoje de manhã (17), ocorrida no Palácio da Alvorada. Em pauta, estão mudanças na legislação do futebol.

O técnico do Flamengo ainda postou outra foto com o presidente. Dessa vez, apenas ele e Bolsonaro, que utiliza uma medalha recebida da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) após a partida pela Supercopa do Brasil.

Ainda nesta segunda-feira, Bolsonaro recebeu dirigentes do Flamengo no Palácio da Alvorada. Na saída da residência oficial, questionado sobre o assunto tratado, ele apontou que a diretoria deixou sugestões de mudanças na legislação futebolística, mas não quis entrar em detalhes.

"Trouxeram sugestões de mudanças na legislação para ajudar o futebol no Brasil. Não vou comentar porque vai gerar pauta e eu não quero pauta na imprensa sobre esse assunto. O ministro respectivo que mais interessa a começar a tratar do assunto estava presente e vai começar a tratar do assunto. Eu perguntei se havia unanimidade entre os clubes de futebol. A princípio, há um entendimento que tem que reformular algumas leis de futebol, só isso. Foi dado o respectivo encaminhamento de como começar a ajudar a reformular o futebol no Brasil, essa que é a ideia."

Apesar de não ter detalhado os pedidos do Flamengo, uma das grandes expectativas do rubro-negro carioca é a aprovação do projeto clube-empresa, já votado na Câmara dos Deputados e que tem como objetivo atrair investimentos. Se aprovada, as agremiações poderão se transformar em sociedades empresárias e fazer parte de fusão, cisão e incorporação de outras sociedades empresariais. A maioria dos times hoje está classificada como associação civil sem fins lucrativos.

O projeto de clube-empresa passou por várias mudanças para se adequar ao interesse dos clubes. Na última delas, a substituição do modelo de cobrança obrigatória de impostos a todos para um de "isenção fiscal condicionada". Com isso, o Flamengo, que era o principal opositor ao projeto, se tornou favorável à proposta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade