Politica

Bolsonaro volta a defender regularização de garimpo em terras indígenas

Presidente enviou ao Congresso um projeto de lei que trata do assunto

Ingrid Soares
postado em 18/02/2020 17:58

homens tirando fotosO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se encontrou na manhã desta terça-feira (18/2) com índios representantes de 23 etnias, em cerimônia de hasteamento da bandeira nacional, e defendeu novamente a regularização de mineração e a geração de energia elétrica em terras indígenas. O ato ocorreu em frente ao Palácio da Alvorada. Bolsonaro enviou ao Congresso um projeto de lei que trata do assunto.

[FOTO1543077]

;O índio não pode ficar dentro da sua terra como se fosse um ser humano pré-histórico, ele é igual a nós, estão querendo pedir para garimpar, plantar, arrendar terras, explorar o turismo", apontou Bolsonaro, emendando que a proposta passou por meses de elaboração nas mãos do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Ele ressaltou, no entanto, que a decisão final caberá ao Parlamento.

;A decisão é do Parlamento, eu faço a minha parte. Inclusive eu estou regulamentando o artigo 231 da Constituição Federal. Então está escrito na regulamentação que os indígenas têm direito sobre a propriedade", disse.

O chefe do Executivo ainda criticou a postura de países que ofereceram ajuda financeira para a Amazônia.

"Queriam que eu me submetesse ao presidente da França [Emmanuel Macron] em troca de migalhas", afirmou, depois de criticar ONGs que atuam na região. "E é para parar com esta história de outros países de dizer que a nossa soberania na Amazônia é relativa;, concluiu Bolsonaro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação