Publicidade

Correio Braziliense

''Precisamos fortalecer nosso relacionamento'', diz Bolsonaro a Alcolumbre

A relação do presidente com o Parlamento tem sido conflituosa desde o ano passado. No retorno do recesso parlamentar, no início do mês mês, Bolsonaro não esteve no Congresso para marcar a volta dos trabalhos do Legislativo, como é tradição


postado em 18/02/2020 18:07

Bolsonaro e Alcolumbre em cerimônia no Palácio do Planalto nesta terça-feira (18/2)(foto: Isac Nóbrega/PR)
Bolsonaro e Alcolumbre em cerimônia no Palácio do Planalto nesta terça-feira (18/2) (foto: Isac Nóbrega/PR)
O presidente Jair Bolsonaro admitiu, nesta terça-feira (18/2), que é preciso melhorar a relação com o Congresso. Ele mandou o recado ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), durante discurso na cerimônia de transmissão de cargos dos ministros da Casa Civil e da Cidadania, no Palácio do Planalto.

 

“Davi Alcolumbre, precisamos fortalecer o nosso relacionamento, assim como vocês para conosco”, disse o presidente. De acordo com Bolsonaro, o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) “nos ajudará muito nessa função”. O parlamentar reassumiu o mandato agora, após ter sido substituído, no Ministério da Cidadania, por Onyx Lorenzoni.

 

No lugar de Onyx Lorenzoni na Casa Civil, entrou o general Walter Souza Braga Netto. "Se hoje mexemos no tabuleiro de xadrez, há certeza que nenhuma peca será deixada de lado", disse Bolsonaro, na cerimônia que oficializou as trocas. 

 

A relação do presidente com o Parlamento tem sido conflituosa desde o ano passado. No retorno do recesso parlamentar, no início do mês mês, Bolsonaro não esteve no Congresso para marcar a volta dos trabalhos do Legislativo, como é tradição. Alcolumbre afirmou que a ausência "foi sentida".  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade