Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro diz que jornalistas poderiam carimbar versículo bíblico na testa

De acordo com o presidente, imprensa deveria seguir o ''lema'' do governo federal, inspirado no evangelho de João que diz ''conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará''


postado em 20/02/2020 13:00 / atualizado em 20/02/2020 13:02

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Ao discursar na manhã desta quinta-feira (20/2), durante evento no Palácio do Planalto que marcou o lançamento de uma nova linha de crédito imobiliário com taxa fixa da Caixa, o presidente Jair Bolsonaro fez várias referências à imprensa e insinuou que os veículos de comunicação do país faltam com a verdade. Durante a fala, ele sugeriu que os jornalistas tivessem carimbado na testa o versículo da Bíblia em João 8:32, que afirma: “conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

 

“Sigam o exemplo do governo. Adotem o lema de João 8:32. Afinal de contas, né, isso deveria ser um carimbo na testa de cada jornalista: ‘a verdade acima de tudo’. E deixar de se comportar como um partido político de extrema esquerda”, declarou o presidente, que, mais cedo nesta manhã, na saída do Palácio da Alvorada, já havia criticado a imprensa. “Se vocês aprenderem a escrever o que eu falo, aí eu falo com vocês”, havia disparado aos jornalistas. 

 

Desde a última terça-feira (18/2), Bolsonaro entrou em atrito com a imprensa ao ofender a jornalista da Folha de S. Paulo Patrícia Campos Mello com uma insinuação sexual. Na ocasião, ao comentar o depoimento na CPMI das Fake News no Congresso Nacional feito por Hans River, ex-funcionário da Yacows, uma agência de disparos de mensagens em massa por WhatsApp, o chefe do Palácio do Planalto disse, aos risos, que “ela (repórter) queria um furo. Ela queria dar o furo a qualquer preço contra mim”. 

 

Nesta quinta, o presidente adotou um tom sarcástico ao se referir aos jornalistas. “A imprensa me adora. (...) Nós começamos a nos orgulhar da política. O Brasil pode dar certo. Esse plano (linha de crédito imobiliário com taxa fixa) é fruto do restabelecimento da confiança no governo, o que não se tinha no outro governo que, para toda a imprensa, seria bom continuar os que sempre estiveram lá”, disse Bolsonaro.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade