Politica

Disposição para dialogar se mantém

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 29/02/2020 04:04
O governador do Ceará, Camilo Santana, em um post nas redes sociais, comunicou aos seguidores a prorrogação da GLO, ;uma medida necessária pela continuidade do motim de parte dos PMs, que tem provocado insegurança e o aumento da violência em nosso estado;.

Na mensagem, voltou a afastar a possibilidade de conceder anistia aos amotinados, rejeitando proposta das associações ligadas ao movimento. Segundo a Constituição Federal, policiais ; civis e militares ; são proibidos de se sindicalizarem e de fazerem greve.

;Informo que a comissão composta pelos Três Poderes, acompanhada pelo MP, OAB, Exército e Força Nacional, segue trabalhando e dialogando para pôr fim ao impasse. Reafirmo que sempre estaremos dispostos a ouvir e dialogar, mas não aceito anistia para quem pratica atos criminosos. A garantia é de que todos os processos sejam conduzidos com isenção e transparência, para que tudo seja feito de acordo com a lei;, concluiu o governador cearense.

A Secretaria da Segurança Pública do Ceará informou ontem que não vai mais divulgar o número de homicídios ocorridos durante o motim de policiais militares. Conforme nota divulgada pela pasta, ;com o fim do carnaval, há um acúmulo de trabalho no setor de estatística, que deve ser normalizado nos próximos dias;.

O órgão, que divulga mensalmente dados sobre assassinatos no estado, esclarece que os númenos diários vinham sendo publicados ;de forma extraordinária;, em razão da greve na PM. ;Agora, a Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp), setor responsável pela contabilidade dos dados, retorna ao trabalho habitual para consolidar os números e realizar a divulgação dos dados mensais;, informa o comunicado da Secretaria.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação