Politica

''Pelo que indica, não dá tempo de sair'', diz Bolsonaro sobre novo partido

O partido já apresentou mais de 80 mil fichas, no entanto, apenas 6.605 foram aprovadas - menos de 2% do necessário

Ingrid Soares
postado em 06/03/2020 20:31

O partido já apresentou mais de 80 mil fichas, no entanto, apenas 6.605 foram aprovadas - menos de 2% do necessárioO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta sexta-feira (6), que o seu partido em formação, Aliança pelo Brasil, não deve ficar pronto ainda neste ano e, consequentemente, não deverá disputar as eleições municipais de 2020. ;Pelo que tudo indica, não dá tempo de sair;, disse. Para ter o registro aprovado, é preciso conseguir a meta de 492.015 rubricas.

O partido já apresentou mais de 80 mil fichas, no entanto, apenas 6.605 foram aprovadas - menos de 2% do necessário. Outras 13,7 mil foram rejeitadas pelos técnicos, incluindo a dos sete apontados como mortos. O restante está em análise.

O chefe do Executivo também comentou sobre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter identificado a assinatura de sete mortos na lista de apoiadores entregue pelo partido. Ele justificou afirmando se tratar de ;CPF errado;.

;A questão de mortos, a manchete, acho que foi do Estado de São Paulo, ;Aliança tem;;. São sete mortes. Um, o cara lá assinou a ficha e, na semana seguinte, teve uma acidente de motocicleta. Morreu. Os outros meia dúzia; Só sete, né? De não sei quantos mil, 50 mil. Sete apenas. Era CPF errado, a numeração errada, só isso aí;, apontou.

O presidente disse ainda que pretende apoiar uma mulher que irá concorrer como senadora nas eleições suplementares do Mato Grosso. ;Pretendo participar das eleições pro Senado em Mato Grosso, pretendo. Não posso falar o nome agora porque seria propaganda antecipada, mas, como é dia da mulher, será uma mulher;, anunciou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação