Publicidade

Correio Braziliense

De máscara, Bolsonaro anuncia que mais um ministro tem coronavírus

Bento Albuquerque é o 17º integrante da comitiva que acompanhou o presidente em viagens aos Estados Unidos com a doença


postado em 18/03/2020 15:18 / atualizado em 18/03/2020 18:03

(foto: Ed Alves/ CB/ DApress)
(foto: Ed Alves/ CB/ DApress)
A contaminação do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro durante a apresentação de novas medidas federais de combate à Covid-19. Bolsonaro e os ministros convocados para o anúncio - como os ministros da Saúde, da Economia e da Justiça, Luiz Henrique Mandetta, Paulo Guedes e Sérgio Moro, respectivamente - apareceram de máscaras na coletiva, realizada no Palácio do Planalto.

 

"Estamos usando máscaras porque, além do general Heleno, que teve contato com alguns aqui, também tivemos positivo aqui o teste do ministro de Minas e Energia, o almirante Bento. Então, obviamente nosso cuidado deve ser redobrado", informou Bolsonaro.

 

Com a contaminação de Bento Albuquerque, 17 integrantes da comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos, no início deste mês, testaram positivo para o coronavírus. Bolsonaro, contudo, informou que os dois testes que realizou para a Covid-19 deram negativo. O último resultado saiu nessa segunda-feira (16/3).

 

Apenas depois de anunciado pelo presidente, o Ministério de Minas e Energia (MME) soltou nota sobre a contaminação do ministro Bento Albuquerque. Em nota, o MME informou que, "tendo participado da comitiva presidencial em viagem aos Estados Unidos, o ministro realizou teste para o novo coronavírus, no dia 12 de março, cujo o resultado deu negativo. Seguindo os protocolos, fez um segundo teste, que ocorreu em 17 de março. O resultado do teste, emitido hoje, deu positivo para o COVID-19".

 

Segundo a assessoria do MME, o ministro encontra-se "em excelente estado de saúde, assintomático e observará o isolamento no Rio de Janeiro, de onde permanecerá despachando os temas da pasta por videoconferência". O segundo teste do ministro foi feito no Hospital Naval Marcílio Dias, no Rio de Janeiro. 

 

Ainda segundo a assessoria, todas as pessoas que tiveram contato com Albuquerque estão seguindo as recomendações do Ministério da Saúde. “Todos que fizeram a viagem para os Estados Unidos com o ministro já estavam em casa. Agora, com teste positivo, todos que tiveram contato devem seguir as orientações da Saúde. Além disso, todos que estavam no grupo de risco também foram liberados antes mesmo do teste positivo, por conta das recomendações”, explicou.

 

Viajaram com o ministro para os EUA o chefe da Assessoria Internacional, Paulo Roberto Soares Pacheco, cujo teste deu negativo, a chefe de Apoio do ministro, Ana Paula Alves de Souza, que ainda aguarda o resultado do exame, e Gustavo Motta, especialista em políticas públicas e gestão governamental, diretor substituto de Biocombustíveis, que testou negativo para coronavírus. “Todos os secretários e assessores que tiveram contato com o ministro entrarão em quarentena. O trabalho será remoto”, reiterou a assessoria.

 

Relembre quem são os integrantes da comitiva de Bolsonaro nos EUA com coronavírus:

 

- Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República

 

- Nelsinho Trad, senador pelo PTB-MS

 

- Nestor Forster, embaixador e encarregado de negócios do Brasil nos EUA

 

- Karina Kufa, advogada e tesoureira do Aliança pelo Brasil

 

- Sérgio Lima, publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil

 

- Samy Liberman, secretário-adjunto de comunicação da Presidência

 

- Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty

 

- Quatro integrantes não-identificados da equipe de apoio do voo presidencial aos EUA

 

- Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI)

 

- Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia

 

- Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais

 

- Daniel Freitas, deputado federal (PSL-SC)

 

- Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI

 

- Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade