Publicidade

Correio Braziliense

General Heleno volta ao Planalto sete dias após coronavírus

Segundo o próprio ministro, desde o dia 18, ele estava assintomático e ficou uma semana cumprindo isolamento


postado em 25/03/2020 13:58

(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), o general Augusto Heleno, retornou aos trabalhos no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (25). Após passar por exames no último dia 17, ele testou positivo para o coronavírus. Nesta manhã, Heleno participou de uma videoconferência com governadores do Sudeste, na qual Bolsonaro protagonizou um bate-boca com o governador de São Paulo, João Doria. Também estavam presentes o vice-presidente Hamilton Mourão e ministros.

Segundo o próprio ministro, desde o dia 18, ele estava assintomático e ficou uma semana cumprindo isolamento. 

De acordo com a assessoria do GSI, Heleno retornou com autorização médica. O general Heleno fez parte da comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos. Este foi o segundo exame feito pelo ministro. No último dia 12 de março, o resultado deu negativo. Até o momento, 23 integrantes da comitiva ou que tiveram contato com infectados com a doença testaram positivo para o novo Covid-19.

Bolsonaro também se submeteu a um segundo exame no último dia 17, o qual atestou negativo para o vírus. A notícia foi divulgada pelo próprio presidente nas redes sociais, sem apresentação de laudo. O Secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, foi o primeiro do grupo a adquirir a doença após a viagem aos EUA. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade