Politica

Kalil: Prefeitura quer multar 'egoístas' que desobedecerem isolamento em BH

Prefeito da capital mineira disse que medida visa acabar com circulação sem fundamento aparente

Estado de Minas
postado em 30/03/2020 13:18
 (foto: Rodrigo Clemente/Prefeitura de Belo Horizonte)
(foto: Rodrigo Clemente/Prefeitura de Belo Horizonte)
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD)Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD) disse que a prefeitura trabalha para viabilizar multas a cidadãos que desobedecerem as regras de isolamento e distanciamento social na capital mineira em meio à pandemia do novo coronavírus. Em entrevista à Globo Minas, o chefe do Executivo municipal afirmou que já acionou os órgãos devidos para classificar essas pessoas como criminosos.

;Já acionamos a Procuradoria-Geral do Município por uma desobediência de uma pandemia, ou endemia. É crime. Vamos enquadrar como criminosos. Isso é bom? Não, isso é ruim, péssimo. Existe uma coisa que não entendem. Se o rapaz de 30 anos, que agora já houve uma mutação do vírus, já está matando gente com 26, 30, 40 anos. Esse jovem que vai sair, e 80% dele, vai entrar e sair de um CTI com vida, mata um homem de 60 anos. Isso é de uma cretinice, egoísmo;, disse Kalil, ao programa MG TV, na tarde desta segunda-feira.

As declarações acontecem após um fim de semana de maior movimento na capital mineira. Nos últimos três dias, inclusive, manifestações pela quebra do isolamento e volta gradativa à rotina aconteceram na cidade, movidas por declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Outras pessoas, sem motivações políticas a princípio, faziam atividades ao ar livre em pontos tradicionais da cidade. Nesta segunda, o trânsito também se mostrou mais carregado. Kalil foi duro com os chamados ;egoístas;.
[SAIBAMAIS]

;Toda vez que se vê um casal não idoso passeando em orla de Pampulha ou praças, esse é o egoísta. É aquela palavra, que se olha para o seu umbigo, para mais ninguém. Vamos identificar esse povo como os egoístas, eles fazem mal a BH, só pensam neles, não têm capacidade, discernimento, o patriotismo de arrastar um doente, colocar no ombro, ou no colo, e não deixá-lo sem um respeitador, sem um leito;, completou.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), em boletim divulgado na manhã desta segunda, existem 163 casos confirmados de coronavírus em BH e uma morte. Em todo o estado, os casos confirmados chegam a 261, enquanto outros 29.724 estão em investigação. 23 óbitos pela COVID-19 no território mineiro também estão sendo apurados.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação