Politica

"Onde está sua lucidez?", indaga Julia Lemmertz a Regina Duarte

Regina Duarte endossa Bolsonaro e leva crítica de Julia Lemmertz

Ingrid Soares
postado em 02/04/2020 17:23
Regina Duarte endossa Bolsonaro e leva crítica de Julia LemmertzA secretária de Cultura, Regina Duarte, se juntou ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao defender a reabertura de comércios e o fim do isolamento social. Nesta quinta-feira (2/4), ela compartilhou um comunicado do movimento Nas Ruas. ;Bolsonaro enfrenta uma barreira para governar, enquanto governos anteriores tiveram liberdade para roubar e para saquear o nosso país. Triste realidade. Eu apoio Bolsonaro;, diz a foto com o presidente ao fundo. Na legenda, ela escreveu: Bom dia . Triste realidade mas ... BOM DIA aí ! Pra todos nós pra você que continua firme segurando a onda, acreditando que vai melhorar e contribuído pra dar certo;.

Na mesma postagem, a atriz Julia Lemmertz criticou o posicionamento de Regina e questionou onde ;estava sua lucidez; ao defender Bolsonaro. ;Estamos no meio de uma pandemia mundial, onde todos os governos se organizaram para que medidas drásticas de preservação da vida de seus cidadãos fossem tomadas, e ainda assim muita gente está morrendo por falta de atendimento e condições de se tratar, uma grande quantidade de infectados ao mesmo tempo, por isso a necessidade básica de isolamento. Você defende esse despreparado que pede ao povo para voltar às ruas, para que se contaminem adoeçam também suas famílias que ficaram em casa? Onde está a sua lucidez, a sua capacidade de discernimento? Isso não tem nada a ver com política, mas com humanidade, sendo ele responsável por uma nação que ele deveria proteger".

A também atriz Elisa Lucinda comentou sobre a permanência de Sergio Camargo Nascimento, como presidente da Fundação Cultural Palmares. ;Juro que pensei que quando ele [Bolsonaro] te desmoralizou achei que acordaria. Manter, por exemplo, o Sérgio na Fundação Palmares acaba de vez com a admiração da imensa parcela negra da sociedade que era sua fã;, escreveu nos comentários.

Uma publicação compartilhada por (@reginaduarte) em


Ontem, Regina também teve publicação no Instagram nomeada com selo de informação ;parcialmente falsa;. A expressão foi inserida em uma publicação no perfil do Instagram da atriz do último dia 29 de março.

Na foto, aparecem o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Bolsonaro. Na imagem, há dizeres exaltando a cloroquina como tratamento para o novo coronavírus, sendo que o remédio ainda está sob estudos. ;Liberação da cloroquina/hidroxicloroquina pela Anvisa, já com posologia para tratamento da Covid-19;.

Na legenda, a secretária da Cultura escreveu: ;Vou ser responsável. Vou tomar todas as precauções, mas não vou deixar que o MEDO da COVID-19 possa ser mais forte que a minha ESPERANÇA! #tamosjuntos;.

Uma publicação compartilhada por (@reginaduarte) em


No último dia 25 de março, Regina também foi alvo de duras críticas. Com um papel toalha à frente do rosto e simulando uma máscara, Regina escreveu: ;QUER FICAR EM CASA? Tá ok!”. Em seguida, ela citou uma lista de profissionais que não conseguem ficar no regime de home office em meio à quarentena. ;Você exige um frentista e posto de combustível aberto para você sair com seu carro em qualquer emergência; O farmacêutico e o balconista têm que estar lá para te servir, né? A vida dos outro vale menos que a sua?;. A secretária termina seu texto com o bordão de Bolsonaro: ;Brasil acima de tudo, Deus acima de todos;.

No dia 25 de março, após um discurso em que Bolsonaro chamou de ;gripezinha; o novo coronavírus, ela usou mais uma vez as redes sociais para ficar ao lado do presidente. Ela postou uma foto do presidente com a frase ;nós não podemos extrapolar a dose, porque com o desemprego a catástrofe será maior;. ;Para quem não entendeu a visão de Bolsonaro, ele está certíssimo;, endossou.

Uma publicação compartilhada por (@reginaduarte) em

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação