Politica

Domingo de jejum

postado em 04/04/2020 04:03
Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro organizam manifestações para amanhã no país. A hashtag ;NasRuas5DeAbril; tomou conta das redes sociais. Publicações no Twitter criticam os decretos estaduais de combate ao coronavírus, por ferirem o ;direito de ir e vir, direito ao comércio, direito à educação e o direito ao culto;.

Já Bolsonaro convocou a população para um jejum religioso no mesmo dia. Ele havia mencionado a intenção na quinta-feira, quando disse que a privação de comida seria um ato contra a Covid-19, ;para que o Brasil fique livre deste mal o mais rápido possível;. Ontem, nas redes sociais, a chamada para manifestações já não aparecia nas primeiras posições, sendo substituída pela hashtag ;JejumPeloBrasil;.

Desde a campanha eleitoral, Bolsonaro contou com apoiadores religiosos. Membros da bancada evangélica no Congresso também dão respaldo ao chefe do Executivo. No Facebook, pelo menos quatro eventos convidam para o Dia Nacional de Jejum pelo Brasil. Todos organizados por instituições religiosas.

*Estagiária sob a supervisão de Cida Barbosa

;O Brasil passa por grave crise, e as forças do mal se levantam contra um presidente cristão, temente a Deus e defensor da família! Domingo é dia de jejum, clamor e glória;

Marco Feliciano, deputado

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação