Politica

Kalil: 'Quem não está entre os serviços essenciais não deve ir trabalhar'

Prefeito de BH volta a proibir funcionamento dos serviços não-essenciais a partir desta quinta-feira

Estado de Minas
postado em 08/04/2020 15:28
 (foto: Alexandre Guzanshe/EM)
(foto: Alexandre Guzanshe/EM)
Prefeito de BH volta a proibir funcionamento dos serviços não-essenciais a partir desta quinta-feiraO prefeito Alexandre Kalil (PSD) anunciou, nesta quarta-feira, que Belo Horizonte vai endurecer as restrições à circulação de pessoas. Pelo Twitter, o chefe do Executivo municipal disse que, a partir desta quinta-feira (9), todos os serviços não essenciais da capital estão proibidos de funcionar.

[SAIBAMAIS];É muito sério. Todos os estabelecimentos não essenciais estarão fechados por decreto amanhã. Quem não está entre os serviços essenciais não deve ir trabalhar;, postou.

Na segunda-feira (6), Kalil havia informado que, a partir da próxima sexta (10), apenas carros vão poder passar pela orla da Lagoa da Pampulha. O prefeito divulgou, também, o fechamento da Praça da Assembleia, expediente adotado em outros equipamentos públicos da cidade, como as praças da Liberdade e JK.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação