Politica

Justiça intima Eduardo Bolsonaro por divulgar fake news sobre dona Marisa

Herdeiros da primeira-dama estão processando Eduardo por espalhar informações falsas sobre o patrimônio da mulher do ex-presidente

Jorge Vasconcellos
postado em 28/04/2020 16:19
Herdeiros da primeira-dama estão processando Eduardo por espalhar informações falsas sobre o patrimônio da mulher do ex-presidenteO deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e a secretária especial de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Regina Duarte, estão sendo processados pelos herdeiros da ex-primeira dama, Marisa Letícia Lula da Silva, por espalharem informações falsas sobre o patrimônio da mulher do ex-pesidente Lula.

O parlamentar tuitou, em às 7h54 de 10 de abril, que a falecida teria, em unidades de CDB, R$ 256 milhões. A namoradinha do Brasil retuitou a informação falsa. Agora, o filho do presidente foi intimado. Segundo os advogados responsáveis pelos espólios, no entanto, o valor é resultado do preenchimento errôneo do inventário, e o valor verdadeiro é R$ 26 mil.

[SAIBAMAIS]O erro teria sido cometido pelo próprio juiz à frente da ação. Se perderem a ação, Eduardo Bolsonaro e Regina Duarte terão que pagar R$ 131.408, cada, além de corrigir a informação em seus perfis oficiais nas redes sociais.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação