Politica

"Milhões já estão sentindo como é viver na Venezuela", diz Bolsonaro

Bolsonaro postou nas redes sociais um vídeo onde um policial aparece fiscalizando usuários de ônibus em um município do Maranhão por conta do decreto de lockdown. Ele aproveitou a publicação para criticar o governador do Maranhão, Flávio Dino

Ingrid Soares
postado em 10/05/2020 10:37
Bolsonaro postou nas redes sociais um vídeo onde um policial aparece fiscalizando usuários de ônibus em um município do Maranhão por conta do decreto de lockdown. Ele aproveitou a publicação para criticar o governador do Maranhão, Flávio DinoO presidente Jair Bolsonaro (sem partido) aproveitou a manhã deste domingo (10/5) para alfinetar governadores e criticar novamente as medidas de restrição impostas ao combate do novo coronavírus.

Em um vídeo postado nas redes sociais pelo chefe do Executivo, um policial aparece fiscalizando usuários de ônibus em um município do Maranhão por conta do decreto que prevê a circulação apenas de trabalhadores de serviços essenciais. Pedestres ou motoristas, respeitando as medidas de higiene, podem sair para a compra de remédios ou alimentos.
[SAIBAMAIS]Atendendo a uma determinação judicial, o governador Flávio Dino (PCdoB) emitiu no último domingo (3/5) o decreto sobre lockdown na Ilha de Upaon-Açu que abrange os municípios de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar e Raposa. Bolsonaro apontou que milhões de brasileiros já estão sentindo sentindo como é viver na Venezuela.
";Documento e declaração de que vai trabalhar;. Se não tem desce. Assim o povo está sendo tratado no Maranhão, governado pelo PCdoB e situações semelhantes em outros estados do país. O chefe de família deve ficar em casa passando fome com sua família. Milhões já estão sentindo como é viver na Venezuela", escreveu Bolsonaro na legenda do vídeo.
[VIDEO1]

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação