Politica

Bolsonaro compartilha vídeos defendendo atuação do Planalto na pandemia

Agência Estado
postado em 10/05/2020 12:19
O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a se posicionar sobre as medidas de combate adotadas para combater o novo coronavírus e criticar a atuação dos governos estaduais e a imprensa. Em duas publicações, Bolsonaro compartilhou vídeos em que presta conta de ações desenvolvidas pelo governo federal, critica imprensa e governadores e compila declarações feitas por ele e sua equipe - sem citar os momentos em que o próprio minimizou o cenário nacional. O primeiro vídeo foi compartilhado na noite do sábado, 9. Assinado pela Secretaria de Comunicação, a peça publicitária tem 4 minutos de duração e começa com uma mensagem criticando a imprensa que, nas palavras do governo, estaria virando às costas aos fatos e aos brasileiros. Após apresentar uma série de manchetes de jornais nacionais e internacionais criticando a postura do presidente e do governo na condução da pandemia, o vídeo lista medidas de iniciativa do governo federal, intercalando com declarações de Bolsonaro, Paulo Guedes, Onyx Lorenzoni e Nelson Teich sobre a atuação do Planalto da crise. Em outra publicação, feita na manhã deste domingo, 10, o presidente compartilhou um segundo vídeo, de uma ação policial no transporte público do Maranhão. Nas imagens, um policial militar aparentemente fiscaliza se as pessoas estão cumprindo regras de isolamento. Além do vídeo, o presidente escreveu uma mensagem criticando o governador do Estado, Flávio Dino (PCdoB). Horas depois da publicação, Dino respondeu ao presidente em um tweet. "Se Bolsonaro morasse em São Luís, não teria como se deslocar para apoiar coronavírus, passear de jet ski e fazer números de 'humor'. Por isso ele se preocupou com a restrição a atividades não essenciais. Afinal, o seu atual cotidiano nada tem de essencial para a nossa Nação." Negacionismo A condução da atual crise pelo governo federal vem sendo criticada dentro e fora do país. No cenário nacional, governadores cobram uma resposta mais rápida e eficiente por parte do Planalto, bem como uma liderança coordenada para combater a pandemia. Fora do país, o negacionismo de Bolsonaro e sua equipe já gera problemas com países vizinhos da América Latina e mesmo com os Estados Unidos, que repetidamente falam na possibilidade de cancelar voos partindo do Brasil.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação