Politica

Após sete horas, Moro sai da Polícia Federal em Brasília

Fontes da PF apontam que vídeo de reunião ministerial assistido por ex-juiz federal é bastante revelador

Sarah Teófilo, Renato Souza
postado em 12/05/2020 14:39
Fontes da PF apontam que vídeo de reunião ministerial assistido por ex-juiz federal é bastante reveladorO ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro acaba de sair da sede da Polícia Federal em Brasília, na tarde desta terça-feira (12/5), após quase sete horas no local. Ele estava na sede para assistir ao vídeo da reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e ministros na qual, segundo o ex-juiz federal, o chefe do Executivo teria exigido mudanças na chefia da PF e ameaçado demitir o ex-ministro.

De acordo com fontes na Policia Federal, as imagens são bastante relevadoras sobre o que realmente aconteceu no governo Bolsonaro e sobre as intenções do presidente. As imagens e as conversas trocadas no encontro preocupam o Planalto e reforçam as declarações de Moro.

A possibilidade de vazamentos de trechos do vídeo à imprensa aterroriza o Planalto. As avaliações no governo é de que o conteúdo pode dar munição para uma crise, que desta vez não terá partido de fatos que o presidente Jair Bolsonaro tornou públicos por vontade própria.

[SAIBAMAIS]O ex-juiz federal chegou ao local às 7h41 e saiu às 14h36, junto com policiais federais e advogados. A gravação em questão foi apontada por Moro com uma das provas da acusação que fez contra Bolsonaro de interferência política na corporação

O vídeo foi entregue à PF após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, que relata o inquérito que investiga possível interferência política de Bolsonaro na PF. Na última segunda-feira (11/5), ele determinou que a corporação faça a perícia das imagens.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação