Publicidade

Correio Braziliense

Lewandowski determina divulgação dos exames para covid-19 de Bolsonaro

Ministro afirmou que os laudos devem ter ampla publicidade. Bolsonaro realizou três exames, sendo dois no HFA e um na Fiocruz


postado em 13/05/2020 15:12 / atualizado em 13/05/2020 15:34

(foto: Divulgação/Senado Federal)
(foto: Divulgação/Senado Federal)
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quarta-feira (13/5), que três exames para coronavírus realizados pelo presidente Jair Bolsonaro sejam divulgados.

"Determino a juntada aos autos eletrônicos de todos os laudos e documentos entregues pela União em meu gabinete, aos quais se dará ampla publicidade”, decidiu Lewandowski.  

Os laudos — dois realizados no Hospital das Forças Armadas (HFA) e outro pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) — foram apresentados ao Supremo pela Advocacia Geral da União (AGU), por determinação da Justiça, e estão no gabinete do magistrado. 

 

Três exames

Inicialmente, a AGU entregou, na terça-feira à noite, os resultados de dois exames realizados no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. Ao entregar os documentos, a AGU afirmou que o presidente testou negativo para a doença. Nesta quarta-feira, porém, foi apresentado o laudo de um terceiro exame.

A Fiocruz confirmou que recebeu do Planalto uma amostra de sangue para ser testada. No entanto, o material não estava identificado com o nome do presidente.

As decisões da Justiça se baseiam em um pedido do jornal Estado de São Paulo, que solicitou os exames por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI). No entanto, o presidente se negou a entregar.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade