Politica

"Perdemos um mês" na luta contra o coronavírus, diz Mandetta sobre Teich

Em entrevista ao Correio, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse ver com apreensão a saída de Nelson Teich do comando da pasta

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 15/05/2020 14:08
MandettaO ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta disse, nesta sexta-feira (15/5), que vê com "muita apreensão" a saída de Nelson Teich do comando da pasta. "Foi um mês perdido", afirmou, ao participar do programa CB.Poder, parceria do Correio com a TV Brasília (assista abaixo).

Segundo Mandetta, no quase um mês que ficou no cargo, Teich não teve tempo de fazer muito. "A única medida foi exonerar as pessoas que estavam lá trabalhando", disse.

[SAIBAMAIS]Para ele, neste mês, era necessário tomar uma série de medidas, como aumentar o tamanho do sistema de saúde e o número de leitos e tentar uma maior aproximação com a China, para trazer mais respiradores ao país. "Perdemos um mês, que era a espinha dorsal de todas essas tentativas."

Mandetta disse ainda não acreditar que o número de casos de covid-19 vá se estabilizar logo. Ele prevê que a curva só vá se estabilizar em julho.

[VIDEO1]

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação